6.6.10

01 ano é muito (pouco)

"Pois é, dizem que fizemos bastante coisa no âmbito da fotografia no Estado de Sergipe, e olhe que nós não fizemos metade do que queríamos fazer..."
Um ano é pouco pra quem está começando, e muito pra quem precisa de tempo para viver.

No dia 06 de junho de 2009 um grupo de pessoas se encontrava com um objetivo comum, movimentar a fotografia, a arte em nós, a partir de uma intervenção numa instituição pública, num bairro periférico de Aracaju. Desse grupo o trabalho coletivo se fez natural, as pessoas se reencontraram, alguns continuaram, outras seguiram outros caminhos, mas a ideia tocou a todos.
O Trotamundos Coletivo é uma ideia, que se faz viva, ativa e atuante, e queremos mais.
O Trotamundos Coletivo é uma brincadeira, uma brincadeira que leva a sério o que faz, mas num fluxo natural do brincar, dos encontros com muitas pessoas que vivem, pensam e constroem suas vidas com a generosidade do novo encontro, das novas ideias, e do brincar de fazer arte através da fotografia e dos muitos olhares fotográficos.
Parabéns para nós, que participamos dessa construção inacabada, e que permaneça inacabada, mas sempre se construindo, com a identidade de um Trotamundos Coletivo.
 Abraços Coletivos a todos que participaram das nossas ações, e que venham mais. Tudo junto e misturado.

1 comentários:

Daniely Clarisa disse...

Muito orgulho de ter feito parte do Trotas (trotas pros íntimos, ok?)... Ali no comecinho a gente só tinha a idéia de que queria fazer um pouco mais com a fotografia que apenas "clicar".
De vários encontros, reuniões, papos, humor esquentado(acho que falo por mim e Marcelinho nê?) nasceram tantas idéias que me sentia muitas vezes num ataque de guerra.
Hoje, de 5 integrantes fixos, sobraram 3 pra tocar o barco (eu e Danilo fomos seguir nosso rumo em outros estados, que a vida tem sempre dessas coisas), mas os que ficaram cumprem bem a missão de não deixar aquela idéia lá do começo morrer.
Eu tô aqui tocando meu barquinho, se um dia eu voltar (pra visitar pelo menos é certeza) tenho a certeza que vou encontrar grandes amigos e vou ter boas fotos pra contar minha pequena história.

D. Cachos

Postar um comentário